Página Inicial / Cultura / Dona Bete – Uma Homenagem prá lá de merecida.

Dona Bete – Uma Homenagem prá lá de merecida.

Queridissima, D.Bete, lider da Chegança de Arembepe fez aniversário ontem ( 19), e como sempre, comemorou do jeito que gosta, com muita música e amigos.

A comemoração mesmo será dia 24 de novembro, quando ela será homenageada por varias Cheganças da Bahia.

Em depoimento ao site, Registrando a Marujada, dona Bete, assim descreveu sua historia.

“Eu sou Elizabete de Souza, Mestra Bete. Tenho 67 anos de idade. Minha história na Chegança Feminina de Arembepe é uma história muito boa porque eu fiz o que eu sempre tive vontade de fazer. A Chegança começou no dia 30 de setembro de 2002 (mas começamos a ensaiar no final do ano de 2002), nos reunimos, eu e a senhoras que participavam do grupo da terceira idade e resolvemos fazer Chegança de Mulheres. Eu fui na casa de meu compadre Antônio Santa Rita, Mestre da Chegança Masculina e disse que eu ia fazer uma Chegança de Mulheres e ele falou para mim que mulher que é mulher não fazia Chegança, mulher fazia era Terno de Reis e Samba de Roda. E eu disse para ele: mas eu vou fazer a Chegança de Mulher! Porque mulher faz tudo! Ele disse: quero ver se a senhora tem coragem de fazer esta Chegança! Eu fiz e deu certo. Daí, fui a casa dele apresentar a CHEGANÇA FEMININA DE AREMBEPE já com tudo pronto para mostrar a ele. E ele bateu palmas e chorou e disse que as nossas “raízes”, a nossa cultura popular não vão se acabar. E continuamos com a Chegança Feminina de Arembepe até hoje. Fazemos reuniões, ensaios e nos apresentamos onde somos convidadas com muita satisfação e felicidade. A Chegança representa a chegada dos portugueses no Brasil. Na vinda de Portugal para o Brasil houve uma batalha entre os portugueses e os turcos, daí os portugueses venceram a batalha e chegando ao Brasil foram comemorar. Tocamos pandeiros e cantamos músicas que contam esta trajetória no ritmo do bailado”.

Chegança Feminina de Arembepe

Além disso, verifique

O Clã da Mestre Bete – Uma história de amor a arte.

As cheganças homenagearam a Primeira Dama da Chegança de Arembepe. A festa que durou a ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *