Sayder SDR tem obra em Exposição na cidade de Neiva capital do departamento de Huila – Colômbia

A Universidade Surcolombiana da cidade de Neiva, capital do departamento de Huila – Colômbia, inaugurou a exposição coletiva internacional de arte, que abrange diversos temas, a começar por obras alusivas à “VIOLÊNCIA”, na tentativa de visualizar situações cotidianas, e assim levantar consciência em nosso meio social.
É uma declaração dos artistas expositores deste campus universitário, com o objetivo de rechaçar a VIOLÊNCIA, apelando à sensibilidade, à solidariedade, enfatizando o desacordo com a violência, sugerindo novos caminhos, que aproximem soluções sem seguir ferir seres humanos, reivindicando em uníssono que as crianças ser excluído desses atos hediondos que o mundo sofre.
Um ato que integrou diferentes classes, artistas de várias latitudes, mas sobretudo houve uma fusão com outras expressões como a música, através de um magnífico trio que interpreta canções da região andina.
Da mesma forma, vários artistas interagiram com os espectadores presentes, realizando trabalhos de pintura ao vivo, que foram objeto de brindes entre o público, percebendo assim a alegria e euforia.  Estas jornadas culturais são vinculativas, permitem que se expresse através das obras expostas, o tema é atual, a guerra está no auge, sem razão, e com a crueldade que a caracteriza.
Para o momento que vivemos, não há dúvida de que eventos como este vêm como um bálsamo, para trazer ar fresco, dado pela presença de crianças e jovens estudantes, que vêm à procura de novas alternativas, para desintoxicar as suas mentes de tão muita saturação nas redes sociais, onde por vezes predominam deturpações e conceitos ambíguos, o que só aumenta a confusão dos internautas.
Esta exposição itinerante será primeiro na Colômbia, onde terá vários palcos, depois as obras seguirão para o México e depois seguirão para os Estados Unidos.  Seu tema destaca os fenômenos de IDENTIDADE, VIOLÊNCIA e MEIO AMBIENTE, convidando à reflexão, a se unir para exigir que os abusos contra essas questões vulneráveis ​​cessem.  Ainda há tempo de parar, ou pelo menos mitigar os graves danos que nos causa.
 Destacam-se entre outras obras de estilo abstrato de Sayder SDR, Felipe Drago do Chile, Dianne Hofner Saphire dos Estados Unidos, as obras dos colombianos Roberto Londoño Uribe e as fotografias Sharon Padilla e os mexicanos Antonio García e Sandra María Pérez León. artistas conhecidos. internacionais.
Área de anexos
5 1 vote
Avaliação do artigo
Sobre Luzia Moraes 780 Artigos
DIRETORA DE ARTE E CULTURA DO SITE CAFÉ COM SHAH e Produtora cultural, ativista socioambiental, escritora
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments