NILSON CARVALHO A ARTE DE SE DOAR

Biografia de Nilson C. Carvalho

Nilson Carvalho (1961) é um artesão e artista plástico brasileiro. radicado na Bahia, Brasil, ficou conhecido pelo seu estilo alegre e colorido, por apresentar seu artesanato em a Arte Francesa, de forma despojada da estética clássica e tradicional e por eternizar os principais Monumentos  Históricos da Capital baiana e da Costa de Camaçari

Nasceu no bairro do Uruguai na cidade de Salvador Bahia, no dia 4 de maio de 1961 e começou seu interesse pelas artes na infância quando usava sucatas, papelões e jornais para exercitar sua criatividade.

Jovem promissor sempre lidou com artes, usando o barro como seu brinquedo de casa e madeira MD.  È um artista autodidata,  residente em Arembepe, Costa de Camaçari/BA, onde encontra inspiração para suas obras. È pai de 03 filhos, casado com Simone Cruz

 

Em tempos de crise econômica, muitas limitações na cidade de Salvador, em meados dos anos 90,  Nilson Carvalho também começou nessa época a usar a grafitagem, o que foi de grande influência em seu trabalho.

Vindo de uma família Cristã, também estudou Teologia pela Faculdade Batista (2002) e fez o  Seminário Teológico  Boa Novas, em 2004

Para conciliar sua paixão com a necessidade de exercer outros trabalhos, formou-se em técnico de informática pelo Senai ( 2009) e  trabalhou vários anos com a culinária japonesa onde foi “matre e sushiman”, contudo sua vocação sempre foi voltada para a arte. Por ter nascido numa família pobre teve que dedicar seu tempo ao trabalho, estudo e família, por ser filho mais velho e perdeu o pai, tendo que assumir a postura de primogênito, ajudando a mãe a criar nove filhos.

Sua técnica e conhecida como Hiper-realismo e tem Picasso como um grande mestre. Seu estilo vibrante e alegre. Dentre outras realizações, merece destaque a ao acervo das Sete Maravilhas, da Costa de Camaçari

Na Primavera de 2019, eternizou a foto da Santa Irma Dulce a qual foi doada para o memorial da mesma.

Suas exposições são feitas em diversas cidades baianas a última foi a participação da Feira Pôr do Sol de Guarajuba (Verão 2020) na Costa de Camaçari.

 

Desde Março 2019 o artista vem criando um Acervo para homenagear os 461 anos da Capital baiana. Serão 20 telas retratando os monumentos e os principais pontos de turismo da Cidade. Aguardem!

Exerce trabalhos sociais, em entidades religiosas e para ONG´s no intuito de dar sua contribuição para angariar fundos e ajudar a mantê-las. Hoje tem ajudando doando suas peças para que se possam comprar alimentos para as famílias que estão em vulnerabilidade social.

Nilson C. Carvalho.

 

Nilson Conceição Carvalho, que assina suas obras como Nilson Carvalho

Projetos Sociais:

Projeto comunitário Arte para Todas as Idades

Associação Beneficente Carruagem de Fogo

Histórico

Participação na Tv / Entrevistas

Exposição de telas, arte francesa e artesanatos na Casa do Trabalho, realizada pela Prefeitura Municipal de Camaçari em 27/08 2015

Palestra sobre Artes, com exposição em evento cultural do Colégio Perspectiva na Cidade de Valença/BA em 28/09/2017

Participação no Evento Sócio Cultural Feira de Empreendedorismo e Empoderamento Feminino, realizado no espaço Cidade do Saber, Camaçari //BA em 22/03/2018

Participação e apoio cultural no Dia mundial da Limpeza, na Praia de Arembepe, na Costa de Camaçari/BA em 21/09/2019

https://www.camacarinoticias.com.br/…/66928,dia-mundial-da-…

Minha Eterna Rainha Minha Mãe.
Era assim
Brinquedos espalhados à gangorra a balançar-me
Entre os arvoredos frutas maduras caiam
Quando saboreadas pelos pássaros ou quando ventava mais forte.
E minha mãe estava sempre cuidada de mim mesmo a distancia nos seus afazeres,
O céu era mais bonito e com ar mais puro.
Meu sorriso de criança com jeito de inocência era igual a um paraíso de flores,
Sentia-me num verde pleno deitava rolava
E pescava no riacho concentrado nesta infância.
Eu podia fazer tudo porque tinha certeza que brincar a vontade porque a minha
protetora estava ali para cuida de mim,
Parece que estou viajando para o meu mundo passado
Tempo que jamais voltara,
Compondo essa poesia sentir-me criança outra vez.
Com essa pandemia estou longe da senhora, em corpo, mais jamais estarei longe do
seu espirito, porque eis a minha eterna rainha a minha linda mainha!!
Nilson C. Carvalho

0 0 votes
Avaliação do artigo
Sobre Shah Moises 1988 Artigos
Cineasta, editor, e produtor cultural.
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments